Sou sonho, sou paixão,

sou fogo de ilusão!

Chuva que cai sem te molhar,

brisa que sopra sem tocar.

Vontade de viver o não vivido,

divagando desejos incontidos

por um céu de dores refletido...

Ânsia de querer o indefinido,

sem saber porque deste destino

que teima em me acompanhar.

Sou breve, sou partida,

como a estrela mais antiga

que ainda teima em brilhar!

Sou a mais doce das canções,

perfume que se espalha pelo ar...

Sem que tenha entendido

o porquê de tanto amar...

 

 

 

 

 

 

 

         

 
 
 
 
 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Copyright 2011 – Direitos Reservados

Publicado em  01/11/2011