AMANTE MINHA!

 

José Geraldo Martinez

 

 

Meu amor, não tenhas medo...

A noite nos chama a dançar!

Guardemos o nosso segredo,

o gosto doce de pecar...

Levianos!

O que fazer?

Fugir? Nós nos cobramos!

A carne nos pede o prazer...

Mundanos?

Pecadores?

Sei que nos amamos!

Insanos...

Não resisto aos teus lábios,

o ventre que me entregas louca!

Tão moreno, aveludado...

Convite ao pecado em minha boca!

Somos escravos das horas!

Aproveitemos este momento...

Não tarda e iremos embora,

esquecemo-nos um pouco do tempo!

Não tenhas medo!

Dancemos nossa dor...

Sufocamos em nós um segredo,

martírio, por certo, de amor!

Teremos um amanhã?

Talvez sim! Talvez não...

Mordemos pecadores a maçã,

da mesma serpente que tentou Eva e Adão!

Dá-me tudo!

Dou-me inteiro!

Sabemos que nada será eterno...

Tudo é fugaz e passageiro!

Quero explodir em você...

Da mesma forma me arremessa para os ares!

Que não sobre caco de mim,

que tenha força,

pela cama que me largares!

Antes, porém...

Dá-me o prazer desta dança?

A alma de preferência?

Esta que ninguém toca ou alcança...

Senão os que amam,

pecadores ou não!

Entrego-te a minha inteirinha,

amante minha...

Na palma de tua mão! 

 

 

 

 

 

 

         

 

 

 

 

 

Visite o site do autor, clicando aqui

 

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Publicado em 01/10/2009