POEMAS DE BELKISS DINIZ

 

 

MINHA VIDA

Entardecer

Mais parece noite

 a me envolver

com seu véu.

Sol não há.

Estrelas da ilusão

inda existem?

Onde seu brilho

pra iluminar

meu viver?

E a lua

dos meus sonhos

que clareia

com amplidão?

Vem do céu

Oh! Lua Cheia

clarear meu coração

 

 

 

 

 

NÃO SE VÁ,  VIDA MINHA

Ainda é cedo e aguardo a primavera.

Preciso colher flores,

sorver o néctar, semear perfume

e transformar o mundo

num jardim de cores.

O sol brilha.

Sinto o ardor

que emana de seus raios

e a luz que a minh’alma aclara.

Quero me banhar

nas chuvas de verão

e lançar gotas de esperança

àquele que não mais espera

e cuja vida se desfaz.

E, realizado meus sonhos,

nas asas de uma borboleta

me ausentarei em paz

 

 

 

 

 

VAMOS

navegar pela vida.

Juntos, enfrentar os dissabores,

lutar contra a correnteza,

buscar um porto seguro.

Vamos

 viver nossos sonhos

e conhecer a beleza

no embalo da esperança.

Transpor barreiras com alegria.

A perseverança é maior.

Vamos

navegar em busca

de um mundo promissor

e viajar pelo amor.

 

 

 

 

DESTINO

é o lugar onde se ancora.

A vida é um barco que,

solto à deriva,

navega

sem saber

pra onde

nem como

será a viagem.

A âncora

é símbolo

da confiança.

Um porto seguro

desvia o perigo, da impetuosa maré,

se o viver é de sabedoria

Se cultivada a esperança,

a noite vira dia,

o desespero

vira

fé.

 

 

 

 

 

A SAUDADE

é água que invade

as terras de minh’alma.

A saudade é gota de mel

que adoça e acalma

o mar de lembranças.

É o luar da solidão

das minhas andanças.

Me faz sonhar...

Saudade, é cheiro de flor

que emana do coração.

É a sombra

que está ao meu lado

e o seu intento,

é me levar ao passado

nas asas do vento,

com doçura e emoção.

 

 

 

 

 

ANSEIO

alcançar

a liberdade

em “bando”

ou só.

Buscar o alto,

ir até o sem-fim.

Sanar minha dor,

como pássaro,

voar... de verdade...

Até mesmo triste

e sozinha

ir para bem longe

da saudade.

 

 

 

 

 

O TEMPO

não perdura,

é curto e rápido.

Se a oportunidade

se perder,

a noite será mais longa,

mais escura.

Ao perecer a alegria,

a amargura nascerá.

Sonhos não se deixam no vazio.

São flores que,

se perderem a cor,

a vida perde a força,

não suporta.

Transmutação:

árvore morta.

 

 

 

 

 

ONDE ESTIVERES

estarei contigo

percorrendo a mesma estrada.

Dois caminhantes...

O destino?

Não importa.

Teu sorriso é a luz,

nosso guia.

O brilho do teu olhar,

é a energia que nos conduz.

Amor é assim.

Mesmo distante,

nunca te sentirei longe de mim.

Onde eu estiver,

estarás comigo.

 

 

 

 

 

AQUELE GRITO SILENTE

que quer sair e não sai,

guarda todo meu segredo.

Sinto medo

de mostrar o meu sentir.

Aquele grito silente

apertando o meu peito...

não tem jeito...

Explodirá um dia.

E minh’alma certamente,

na sua fragilidade,

vai expor minha saudade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Visite o site da autora, clicando aqui

 

 

Website & Designs by Rose Mori

Scrippy criado por Isis Ursinha para Malukose Malukas por Scrippy

Tube from Luz Cristina

Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Publicado em 22/04/2010