MENTIRAS

 

Preciso te falar uma coisa que está em mim

Que escondo algum tempo

Que diz respeito a mim e você.

Tenho mentido...

De maneira compulsiva e deslavadamente.

Não sei por que tenho feito isso

Nem as razões que me levaram a tal ato.

Só sei que quando penso me dói por dentro

Por não achar correto

Por achar até que é um pouco infantil

Mas quando vejo já estou caindo no mesmo erro

E mostrando esse embuste

Que não leva a nada

Apenas te atinge de forma abusiva

E te arranha

Deixando muitas lágrimas escorridas pelo teu rosto.

Não queria...

No entanto te machuco

E, diante dessa minha mentira,

Tua vida perde o sentido

Deixando um aperto no teu peito

Que até me causa dó.

Agora resolvi te falar a verdade

Abrir meu coração

Deixar de lorotas

Para que a paz volte

E tome de vez todos os momentos de nossas vidas.

Não quero te ver mais chorar

Não posso deixar que sofra

Diante do tanto que demonstro

De tamanho distanciamento

Que apenas te parte

E te enche de duvidas.

Por isso te peço que me perdoe

Diante de tamanha agrura

Quando te digo totalmente o inverso

Do que está dentro de mim.

Limpe seus olhos agora

Acalma teu coração

Deite no meu peito

E ouça o que te digo no ouvido

Um relato da mais pura verdade.

Todas as vezes que fugi dos teus carinhos

As noites de espera

O silencio quando eu chegava

Os olhares fugidios...

Tudo isso era apenas uma máscara

Para não dizer o que agora te digo

Por tolo medo:

- Eu amo você!

 

MARCOS SERGIO T. LOPES – 30/06/2008

 

 

 

 

 

Música: Eu menti - Chitãozinho e Xororó

 

 

 

 

 

 

 

Formatação de imagem por IaraMel
Website & Gráficos por Rose Mori

Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados