QUERO DIZER QUE TE AMO

                                     Paulo Silveira de Ávila

 

 

Quero dizer que te amo,

como um viajante à procura de sonhos

dentro do meu universo que só tem olhos para norte

aponta o caminho do coração no ritual da sedução.

Há em ti um pouco de sol

e um pouco de lua,

ardência no ventre flor que desabrocha

na cor da volúpia embriagante...

preciso do teu amor.

 

Quero dizer que te amo,

subo nas asas do vento

que embala o começo e o fim das coisas,

mesmo quando simulo que a saudade

não existe.

 

Quero dizer que te amo,

para reencontrar a magia,

luz, fogo que incendeia

a nudez de perfume e plumas

faísca úmida, animada

pelo sopro do infinito.

Desejo entre a razão e o impulso,

enlaçar-te num longo beijo.

 

Quero dizer que te amo,

mesmo que as palavras gritassem... não!

tu saberias.

 Neste poema sem roteiro escuto tua voz 

nos túneis que embalam meus devaneios.

mesmo que saibas me achar,

não consigo te encontrar.

 

Quero dizer que te amo,

pelo tempo pela vida

das fantasias às marcas implacáveis,

do acaso que motiva

o escrito destes versos

nem que seja derradeira visão do amor.

 

Publicado no Recanto das Letras

Código do texto: T1368437

 

 

 

 

 

 



Música: I will always love you - Kenny G

 

 

 

 

 

 

Website & Designs by Rose Mori

Graphics from  http://brisagrafics.com

Copyright © 2008 - Todos os direitos reservados