Não é frio o que sinto na alma;

é ausência de calor;

e essa ausência está me fazendo mal,

está destruindo tudo

o que levei tanto tempo para construir

e que guardei feito um tesouro...

Não é frio: é ausência de calor

do calor do teu corpo,

dos teus beijos,

de tuas mãos percorrendo meu corpo;

ausência do calor de teus olhos,

de teu olhar flamejante de paixão.

Ausência do calor de nossa própria paixão!

Ausência daquele amor febril

que nos consumia por inteiro...

Não é de frio que minha alma treme:

é de ausência de calor;

daquele calor cálido que envolve tudo,

espalhando uma sensação de conforto,

de bem estar...

Ausência dos sentimentos contraditórios,

tão conhecidos do amor...

Ausência de ti...

Ausência de mim...

Ausência de nós...

 

 

 

 

         

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori
Copyright©2020 – Todos os Direitos Reservados
Publicado em 21/03/2020