NOITE DE CARNAVAL

 

Rose Mori

 

Certa noite, em que a lua brincava entre as estrelas,

Nas ruas da cidade, a folia também se fazia ouvir.

Colombinas, pierrôs e arlequins rodopiavam nos salões,

presos da magia que se fazia sentir no ar

e da música vibrante e ensurdecedora

que se fundia às vozes alteradas...

aos gritos de euforia

que extravasam a liberdade

e sentimentos retidos na alma...

 

Era noite de Carnaval...

Confetes... serpentinas...

Roupas coloridas de cetim...

brilho de lantejoulas ...

luzes e alegria...

 

E foi, então, que se viram...

Atrás das máscaras

os olhares se encontraram

e brilharam com mais intensidade...

O sorriso se fez nos lábios de carmim,

como um convite...

Num tácito acordo deram-se as mãos

E saíram brincando salão afora...

 

 

 

 

 

         

 

 

 

 

 

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Copyright 2011 – Direitos Reservados

Publicado em  03/03/2011