DECEPÇÃO

 

                             Rose Mori

 

 

Quando criança não gostava de bonecas.

O tempo passou...

A menina cresceu

e então resolveu  brincar de casinha;

mas descobriu bem cedo que a vida

não é um conto de fadas.

Que viver não é o mesmo que sonhar,

mas que pode se tornar um pesadelo.

Só que ela não quis voltar.

Teve medo...teve orgulho...

Foi covarde...ou ousada demais

aventurando-se a descobrir

uma forma de ser feliz,

ou menos infeliz.

Investiu no amor

e de decepção em decepção

percebeu que a felicidade

é feita de breves momentos

que o tempo carrega consigo,

deixando atrás de si apenas as lembranças

que preenchem o vazio da solidão.

E hoje, cansada de lutar sem nunca vencer

 é apenas uma sombra

esquecida de si mesma,

num canto qualquer,

quase um fantoche.

 

- Desperte! Saia da letargia!

Não se entregue à morte em vida,

porque ainda há tempo.

Vá em busca de seus sonhos.

Lute por este momento que é seu de direito,

conquistado a duras penas.

Agarre-o com vontade!

Faça-o só seu, de mais ninguém.

Não importa se eterno ou fugaz.

Viva-o com intensidade;

sorva dele até a última gota,

até saciar-se e sentir-se plena.

E acredite: o segredo da felicidade

é estar bem consigo mesmo.

 

 

 

 

         

 

 

 

Envie esta página clicando aqui

 

 

Website & Designs by Rose Mori

Graphics from  http://brisagrafics.com

Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Publicado em 03/08/2009