Onde estás que não te encontro?

Em qual parte do universo te escondestes?

Te busco em toda a parte

e só te encontro nas lembranças.

Te procuro nos meandros da noite,

entre as estrelas,

nas esquinas da vida,

nos labirintos do mundo,

na imensidão do mar

e só o que encontro de ti, são notícias

de que estivestes ali por um breve lapso do tempo,

e que partiste não se sabe pra onde

e nem porquê...

A mente não entende,

 o corpo não aceita

e a alma rejeita a ideia da separação.

Por que esses desvios desvairados

Se depois de tudo

nos encontraremos no final da vida?

Apenas que os sentimentos estarão adormecidos

e  estaremos tão cansados

das buscas e das fugas,

que nada mais nos restará

senão contemplar o que se foi

e lamentar o que poderia ter sido.

 

 

 

 

                   

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Direitos Reservados

Publicado em 10/06/2015