Esta noite eu quero paz...

Nada de lembranças povoando a mente cansada...

Nada de sonhos, nem saudades,

Nada que me traga de volta o passado distante...

Apenas paz...

 

Que a chama flamejante do teu olhar

Não queime meu corpo de paixão;

Que a doçura de teus lábios

Não desperte meu desejo ao recordar-te

Paz... somente um pouco de paz

- só por hoje –

 

Para que o coração se aquiete dentro do peito

E a alma possa recompor-se de tua ausência...

Para que os olhos possam fechar-se vagarosamente

E o corpo entregar-se a um sono reparador.

Esta noite eu quero paz.

 

Amanhã, se ainda houver amanhã,

Que se cumpra em mim o destino

De ser apenas mais uma alma cativa do passado,

À espera de um novo encontro numa outra dimensão.

 

 

 

 

 

           

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Direitos Reservados

Publicado em 20/07/2015