INSÔNIA

 

Rose Mori

 

Madrugada...

Sem luar...

Silenciosa...

Insone...

Penso...

Relembro...

Em todas as  dores

dei a volta por cima;

driblei a saudade;

camuflei a melancolia;

escondi o pranto

e fantasiei a felicidade...

Mas...

chega a hora

em que tudo deixa de ter importância

e a verdade da alma vem à tona...

A dor sufocada explode no peito

jorrando em lágrimas amargas

que molham o travesseiro,

confidente silencioso

das noites mal dormidas...

Depois... o silêncio...

A calma aparente retoma seu lugar

e adormeço embalada

pela imensa saudade que sinto de ti..

 

 

 

 

         

 

 

 

Designs & Graphics by Rose Mori
Copyright ©2020 - Todos os Direitos Reservados
Publicado em 22/04/2020