De repente uma palavra solta,

uma cena qualquer do cotidiano

ou um simples acontecimento

acorda as lembranças e

desperta a saudade no peito

E a alma dói... intensamente...

Insanamente...

Sem piedade, o pensamento volta

e vai desfragmentando o passado,

esmiuçando o tempo

para não perder nada do que se foi.

Flashes dos momentos vividos

espocam na mente entorpecida...

Olhares... sorrisos... carícias...

Segredos trocados... cumplicidade...

O fim... o adeus...

O presente incerto...  sem rumo...

E o amor ainda latente no peito,

Como se o ontem

Ainda fosse hoje.

 

 

 

 

         

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Tutorial da Tag: Carolaine

Copyright © 2013 – Direitos Reservados

Publicado em  24/02/2014