Quando a noite desce mansa e suave sobre as colinas...

Quando a lua surge majestosa com todo seu esplendor...

Quando as estrelas fulguram no céu,

feito um manto de diamantes...

Quando tudo se aquieta

e o silêncio invade a noite,

ela se levanta suavemente...

se desprende do corpo adormecido...

alça vôo e vaga entre as brumas da madrugada

à espreita...

à espera...

A  ansiedade que precede o encontro

predomina  a certeza...

e nada mais parece certo

enquanto o outro não chega...

E quando finalmente o encontro acontece,

A alma se regozija e comemora

os momentos de ventura e felicidade...

Troca de carinhos...

Permuta de sentimentos...

E as almas se unem...

e se completam...

E nada mais tem importância

a não ser o estar ali...

desfrutando a magia dos instantes roubados...

Nada importa...

Nem mesmo o regresso ao corpo adormecido...

 

 

                   

 

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

 Direitos Reservados

Publicado em  16/01/2014