À MINHA MANEIRA

Rose Mori

 

Quantas vezes mais,

a vida vai me enganar?

Acreditei,

Quando deveria desconfiar.

Cedi,

Quando deveria repudiar...

Fiquei,

Ao invés de fugir...

Me dei,

Quando deveria negar...

E assim, passo a passo,

Dia a dia, lentamente,

fui me deixando apanhar

nas teias da ilusão

Fortes amarras ataram meu coração.

Quanto mais eu lutava para me libertar,

mais a teia se emaranhava...

Hoje, a  teia se desfaz

e me liberta da paixão

que neutralizou todos os sentidos...

Percebo, então, com agonia,

que nada tem sentido,

porque o amor, incauto e louco

bastava a si próprio

e se satisfazia

pelo simples fato de existir

e ocupar seu espaço em meu coração.

Percebo, afinal,

que não obstante

às controvérsias dos sentimentos

eu era feliz...

À minha maneira.

 

 

 

 

                  

 

 

 

Website & Designs by Rose Mori
SSC baseado em um trabalho feito por Lib – ScrippyBR
Tag criada por ©*Auds Dezinz*para Winni group
Tube from Luz Cristina
Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados
Publicado em 26/09/2010