QUISERA

                            (Rose Mori)

 

Quisera que a noite se fosse

e trouxesse um novo dia;

que eu percebesse que a dor

tinha sido apenas um sonho mau

que terminou com a chegada do sol.

Quisera não sentir este aperto

no coração que chora tua ausência.

Quisera poder olhar no espelho

e não ter que contemplar

a tristeza do olhar que ainda te segue,

mesmo que eu não te veja.

Quisera nunca ter começado

para não precisar ter um fim.

Quisera nunca ter chegado

para não ser obrigada a partir.

Quisera não querer, não insistir...

não sentir, resistir

a este sentimento desvairado.

Quisera ter ficado...

sem pedidos, sem esperas...

sem sonhos...

Quisera  nunca ter sido deixada aqui,

perdida, sem rumo, sem fé,

sem nada a não ser a saudade

atormentando meus dias;

sem nada que não seja

este imenso desejo de partir

em busca da paz sonhada.

Quisera...

Ah, como eu quisera!

 

 

 

 

 

         

 

 

Envie esta página clicando aqui 

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Copyright 2010 – Direitos Reservados

Publicado em  23/02/2010