Hoje amanheci pensando em você
com mais intensidade
do que sempre penso.
Recordei os momentos
- nossos momentos furtivos -
que nos transportavam a um estado de alma
quase em paz consigo mesma.
Palavras de ternura...
Gestos de carinho...
E o amor acontecendo...
sorrateiramente...
sem que qualquer um de nós
se desse conta desse envolvimento;
apenas sentindo as emoções fluírem

através do olhar...

 das mãos...

do toque,
como águas represadas
que, de repente, rompem as barreiras
e jorram com força
arrastando tudo o que encontram pela frente.
E assim,
ficávamos presos ao êxtase
sem pensar em nada...
apenas nos sentindo...

Até que os primeiros raios de sol
invadissem a madrugada
que levava consigo
as nossas ilusões
e nos devolviam à realidade da vida...
Depois,
quando novamente a noite engolia o dia,
os raios da lua ,
o brilho das estrelas,
ou até mesmo o breu da noite vazia
eram as únicas testemunhas
daquele idílio sem fim...
até acontecer o fim.
E hoje,
passado tanto tempo,
somos apenas recordações do tempo...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
                   
 
 
 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Tutorial de Caroline

Copyright 2012 – Direitos Reservados

Publicado em 18/12/2012