Sombras... somente sombras...

Em tudo, o que resta,

são apenas sombras esvoaçantes na memória...

Poeira impregnada na alma...

Foram-se as ilusões, a esperança,

as noites de sonhos,

onde a lua era testemunha muda

de juras trocadas...

Eternas?

Quimeras...

Ilusões...

Olhos brilhantes,

bocas famintas,

corpos ardentes,

almas em regozijo,

felicidade suprema...

Ledo engano!

Promessas esquecidas...

desencanto...

decepção...

alma ferida...

fria realidade...

 

Na solidão que impera soberana

pairam apenas as sombras dos sentimentos,

resquícios de saudade

que o tempo não conseguiu extinguir...

ainda...

 

 

 

 

 

 

         

 

 

 

Designs & Graphics by Rose Mori
Copyright ©2020 - Todos os Direitos Reservados
Publicado em 04/05/2020