UM DIA...

 

                Rose Mori

 

Não queiras saber de mim

O que não consigo explicar.

Não me faças perguntas

Que não sei responder

Sei apenas que trago em mim este amor,

Desde a eternidade,

Desde que eu era apenas

Um sopro de energia

Perdido no espaço...

Sei que minha alma vaga

à procura da tua e não te encontra,

ou quando te encontra

logo te perde de vista,

mas segue  fiel a este amor

que preenche todo o vazio

de uma vida solitária.

Um dia...

quem sabe um dia...

Onde...

Quando...

Como...

- que importa saber -

esta busca

terá chegado ao fim

e em teus braços,

finalmente,

encontrarei a paz sonhada.

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Publicado em 17/04/2009