AI, QUEM ME DERA

 

Composição: Vinicius de Moraes

 

Ai, quem me dera terminasse a espera

Retornasse o canto simples e sem fim

E ouvindo o canto se chorasse tanto

Que do mundo o pranto se estancasse enfim

 

Ai, quem me dera ver morrrer a fera

ter nascido um  anjo e ver brotar a flor

Ai, quem me dera uma manhã feliz

Ai, quem me dera uma estação de amor

 

Ah, se as pessoas se tornassem boas

E cantassem loas e tivessem paz

E pelas ruas se abraçassem nuas

E duas a duas fossem ser casais

 

Ai, quem me dera ao som de madrigais

Ver todo mundo para sempre afim

E a liberdade nunca ser demais

E não haver mais solidão ruim

 

Ai, quem me dera ouvir o nunca-mais

Dizer que a vida vai ser sempre assim

E, finda a espera, ouvir na primavera

Alguém chamar por mim

 

 

 

 

 

         

 

 

 

 

 

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Publicado em 09/03/2010