Kris e Cristina

Comp.: Chico Anizio e Arnaud Rodrigues

 

 

Isso é muito bom,

Isso é bom demais.

Paz de uma varanda,

Sol de banda,

E a jaqueira dando sombra  no quintal.

Gado no curral,

Safra de caju,

Menino nu tomando banho no riacho,

Nem faz mal.

Doce tá no tacho,

Xote tá no pé,

Festa na lavada,

E cada Zefa com seu Zé.

E tome cana e violão,

Nasce meu baião,

Na mulher que faz o cafuné.

 

Isso é muito bom,

Isso é bom demais.

Uma sabiá que vem cantar,

No pé de pau.

Lua de cristal,

Alumia o chão,

Prateando meu sertão.

 

Isso é muito bom,

Isso é bom demais.

Paz de uma varanda,

Sol de banda,

E a jaqueira dando sombra no quintal.

Gado no curral,

Safra de caju,

Menino nu tomando banho no riacho,

Nem faz mal.

Doce tá no tacho,

Xote tá no pé,

Festa na lavada,

E cada Zefa com seu Zé.

E tome cana e violão,

Nasce meu baião,

Na mulher que faz o cafuné.

 

Isso é muito bom,

Isso é bom demais.

Uma sabiá que vem cantar,

No pé de pau.

Lua de cristal,

Alumia o chão,

Prateando meu sertão.

 

Isso é muito bom,

Até que é bom demais,

Isso é muito bom,

Até que é bom demais

Isso é muito bom,

Até que é bom demais

 

 

 

 

 

 

         

 

 

 

 

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori
Copyright 2011 – Direitos Reservados
Publicado em  19/02/2011