Rose Mori

 

 

NÃO CONDENEM E NÃO SERÃO CONDENADOS"

- diz o Senhor -

 

Quantas vezes deixamos de observar esse mandamento de Jesus

e passamos a julgar e  condenar nossos semelhantes

apenas porque suas atitudes não se enquadram

nos padrões que estabelecemos como certo errado?

O que é certo, afinal?

e o que é errado?

Não nos preocupamos em tentar saber os motivos

que levaram essa ou aquela pessoa a agir da forma que agiu:

simplesmente nos tornamos júri e juiz, julgando e condenando
e, pior, ao agir dessa forma,

esquecemo-nos de nossa vulnerabilidade e dos  nossos próprios erros.

Não somos infalíveis: todos estamos sujeitos cometer erros,

porque ainda estamos aprendendo a cada dia de nossa existência.

E Jesus nos julga com bondade  e sabedoria, nos perdoando incondicionalmente.


 

PERDOEM E SERÃO PERDOADOS

- diz o Senhor -


 

Nosso orgulho ou amor-próprio muitas vezes

nos impedem de perdoar as ofensas recebidas.

Mas quantas faltas já cometemos nesta vida e fomos perdoados?

Não estaremos ferindo ainda mais a nossa auto estima

acumulando esse sentimento negativo que é o ódio

ou mesmo mágoa por alguém que nos feriu?

E quantas vezes já ferimos, intencionalmente ou não?

 

DÊEM E LHES SERÁ DADO

- diz o Senhor -
 

 

Não é dar um prato de comida, um agasalho, uma esmola...

não é só isso.

É, também,  dar amor, compreensão, caridade,

é dar uma palavra de consolo num momento difícil

 

LHES SERÁ COLOCADA EM SEUS BRAÇOS

UMA BOA MEDIDA:

CALCADA, SACUDIDA, TRANSBORDANTE.

PORQUE NA  MESMA MEDIDA

QUE VOCÊS USAREM PARA OS OUTROS,

SERÁ USADA PARA VOCÊS". -

(Lc.6, 37-38)

 

Palavras do próprio Jesus
que nos exorta à prática da caridade,
do amor ao próximo,
da humildade de coração em reconhecer nossas próprias falhas;

que nos coloca à frente de caminhos que resultarão de acordo com nossa escolha.

Somos pequenos, ainda, e estamos caminhando

em direção à nossa própria evolução.

E Deus, como pai amoroso que é,

diariamente, nos oferece chances de recomeçar.

 

Website, Designs & Graphics by Rose Mori

Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados

Publicado em 01/07/2010