PORTAS

 

                             (Rose Mori)

 

Quando surge algo de bom em nossa vida, costumamos dizer que “Deus nos abriu uma porta”. No entanto, o que Deus nos apresenta, é uma porta fechada e uma chave.

Por isso devemos tomar cuidado ao inserir a chave na fechadura. Não podemos abri-la num rompante, estabanadamente, precipitadamente e entrarmos  sem pestanejar, porque nunca se sabe o que realmente há por detrás dela.

Devemos abrir a porta com cuidado, olharmos e tentarmos enxergar o que há após o batente. Devemos medir nossos passos, entrar bem devagar, tateando o chão até sentirmos firmeza no solo em que estamos pisando, para que nosso pé não falseie e nos leve ao chão, causando danos às vezes irreversíveis.

Muitas vezes, é apenas uma ilusão, e se não  tomarmos cuidado, corremos  o risco de cairmos num vácuo  ou nos precipitarmos num abismo sem fim.

Devemos encarar as  novas situações com otimismo, sim, mas com muita prudência e discernimento. Não podemos temer o desconhecido, mas temos a obrigação de sermos cautelosos em todos os sentidos: material, espiritual ou emocional.

“Não vá à fonte com muita sede” - diz o provérbio.

Devemos tomar cuidado ao abrirmos as portas que encontrarmos em nossa vida, porque é isso que Deus espera que façamos.

Ele nos dá a chave... o resto é por nossa conta.

 

 

 

 

 

 

         

 

 

 

Envie esta página clicando aqui

 

 

 

Website & Designs by Rose Mori

Graphics from  http://brisagrafics.com

Tube from Rose Mori

Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Publicado em 02/11/2009